Mestrando Charm – Cantigas inéditas de Capoeira vol.1

CD Mestrando Charm – Cantigas inéditas de Capoeira vol.1

01. Os olhos que falam
02. Eu quero aprender
03. Peito vazio
04. Cantador Waldemar
05. Nó de rosa
06. Canto há muitos anos
07. Sou mandingueiro
08. Sem capoeira eu não vivo
09. Sono profundo
10. Terra prometida
11. Saudade
12. Mugido do boi
13. Mandinga
14. Mãe
15. Volta do Mestre
16. União faz a força
17. Pássaro místico
18. Pedido das estrelinhas
19. Festa de batizado
20. Abadá me leva

01 – OS OLHOS QUE FALAM
Autor: Charm -GO

Pelo brilho dos teus olhos
Eu já sei quem é vocé
Quando se gosta de verdade
É preciso entender
Tudo que acontece fora
Faz dentro entristecer
Sempre existe neste mundo
Alguém para te esperar
Seja no meio do deserto
Ou na imensidão do mar
Sei que um dia em meu caminho
Os olhos vão me enxergar
Eu sei que os olhos mentem
Mas uma dia vão confessar
O amor é arriscado
Sempre traz complicações
Pode levar o capoeira
Num túnel da ilusões, camará…


02. EU QUERO APRENDER

Autor: Charm

Eu quero aprender
Eu quero aprender

A jogar bem emaranhado
Bem pertinho, quero aprender

A jogar o jogo no chão
Rasteirinho, quero aprender

Por favor Mestre João
Me ensina, quero aprender

A tocar o berimbau
Bem amarrado, quero aprender

Me ensina o pulo do gato
Meu Mestre eu quero aprender

A jogar jogo de Angola
Pequetitinho quero aprender

03. PEITO VAZIO
Autor: Charm

Eu sinto um vazio no peito
Berimbau vem me ajudar
Vem, vem, vem
Berimbau vem me ajudar

Eu sinto saudades de um tempo
Que o berimbau me levou
Agora eu levo ele para
os lugares onde eu vou

Existem milhões de estrelas
Mas a minha eu encontrei
Fica no brilho do aço
Do berimbau que eu toquei

Berimbau deu um pulo no tempo
Me encontrou nas profundezas
Me deu toda harmonia
No canto da Capoeira

Pensamento invade o passado
Me deixa acordado pra sempre lembrar
Do jogo da capoeira
Que acalma o meu corpo e me faz respirar

04. CANTADOR WALDEMAR
Autor: Charm

Waldemar da Paixão
Quando escuto o berimbau tocar
Me dá um vazio no peito
Coração começa a chorar

Waldemar já deixou a terra
Nínguem pode ficar no seu lugar
Deus que lhe dê uma boa glória
Para que possa descansar

Waldemar dentro do seu barracão
Preperando os berimbaus para pintar
as cores que ele usava
Todo mundo queria comprar

Mestre João Grande e João Pequeno
Falam bem do Mestre Waldemar
Diziam que nas rodas do cais
O seu canto não podia faltar

Waldemar foi um grande cantador
Pra tocar eu não quero nem falar
Se alguém lhe chamava para uma roda
Nosso Mestre ia vadiar

05. NÓ DE ROSA
Autor: Charm

Eu dei um nó na ponta
No meio vou dar de novo
Na ponto foi nó-de-rosa
No meia boca-de-lobo

O capoeira que imagina
Sabe o nó que ele vai dar
Dá um nó esconde a ponta
Pra outro não desatar

Você deu rasteira em cobra
Deu nó até em goteira
Não venha dar nó cego
No meio da capoeira

Meu amor me deu um nó
Eu consegui desatar
Quero ver se ela desata
O nó-direito que eu vou dar

Se Tiradentes soubesse
Desatar o nó-da-forca
Ele não morreria
Na Justiça lá da corte

Menino peque sua corda
Antes de se batizar
Dê na ponta um nó-de-rosa
Pra corda não desfiar

06. CANTO HÁ MUITOS ANOS
Autor: Charm

Eu já canto há muitos anos
Eu faço letra e melodia
A letra é meu passado
E melodia o dia a día
Cantador gritou na roda
A moça logo arrepia
Está me prendendo com os olhos
Já lançou sua magia
O berimbau está tocando
Eu fico procurando
Eu não sei sé comigo
Ou com o moço aqui do lado
Ôh moça se for comigo
Vou dizer dessa maneira
Que não tem rede nem gaiola
Que prenda o capoeira
A moça logo chorou
E eu não pude te entender
Minha mãe também chorou
No dia em que foi me ter
Ôh moça não chores mais
Porque chorar é muito sério
Quero ver quem vai chorar
Quando eu for para o cemitério, camará…

07. SOU MANDINGUEIRO
Autor: Charm

Eu sou mandingueiro ioiô
Eu sou mandingueiro iaiá

Eu sou capoeira ioiô
Eu toco berimbau iaiá

Eu faço melodia ioiô
Eu gosto de cantar iaiá

Berimbau está chamando ioiô
Eu já vou jogar iaiá

Mestre Bimba mandinga ioiô
Pastinha mandingava iaiá

Eu dou a volta ao mundo ioiô
Eu dou a volta ao mundo iaiá

08. SEM CAPOEIRA EU NÃO VIVO
Autor: Charm

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer

Mas mesmo rastejando
Vou agacho para jogar
Peço ao berimbau que toca
E a Deus para me olhar

Posso ficar sem comer
Nem água eu beberei
Sem capoeira não fico
Porquê se não eu morrerei

Peixe fora da água morre
O día tem que escurecer
E eu sem a capoeira
Não sei o que fazer

Passarinho sem voar
E eu sem minha capoeira
Passarinho bateu asa
Eu fiqueí nessa tristeza

09. SONO PROFUNDO
Autor: Charm

Capoeira mandou chamar
Capoeira mandou chamar

De onde niguém imagina
Vocês podem acreditar
Que essa arte capoeira
Pode ir lá me regatar

Quando eu menos esperava
Tudo veio a acontecer
Se tornou o meu trabalho
Dela vou sobreviver

Há momentos nesse mundo
Você tem escolher
Entre as coisa da vida
Ou as que te fazem viver

Sempre fico imaginando
Quando eu desencarnar
Berimbau ficar chorando
Eu volto pra te acalmar

Mesmo que meu corpo duma
Eu posso até repousar
Se o sono ficar profundo
Berimbau vem me acordar

10. TERRA PROMEDITA
Autor: Charm

Vem conhecer meu sertão
Vem conhecer meu sertão

Vem conhecer a Catira
A quadrilha e beber do quentão

Vem tomar banho de rio
Pescar no meu ribeirão
Tem bagre também tem traíra
Mandi que é peixe de ferrão

Na Bahia tem a Biriba
Guatambú tem aquí no setão
é uma madeira tão boa
Que faz berimbau pro provão

Até o saudoso seu Bimba
Deixou sua região
E veio ensinar sua arte
E também a sua lição

A menina brinca de ciranda
O menino roda seu pião
E o dia segue ligeiro
Alegrando seus corações

Em noite de lua cheia
O povo vai lá pro portão
Começam as cantigas de roda
Nas palmas e no violão

Capixaba, Cobra e o Camisa
Também conheceram o sertão
Com certeza gostaram demais
E voltam em outra ocasião

Minha terra é um paraíso
Tem onça, Quati e Pavão
É uma terra prometida
Aos povos que ainda virão

11. SAUDADE
Autor: Charm

Quem inventou a distância
Não conhecia a saudade
É você lá no sertão
Seu bem lá na cidade
E nos dias de aperreio
Pouca coisa me consola
É o canto da Juriti
Os velhos contando história
A saudade é passageira
Deixas as marcas e vai se embora
Até mesmo um bom vaqueiro
Se atropeça nas esporas
A saudade quando bate
Ela entristece cidadão
Mas com a ginga de corpo
Eu já joguei ela no chão
Eu passei por cima dela
Aprendi essa lição, camará…

12. MUGIDO DO BOI
Autor: Charm

O mugido do Boi assustou meu senhor

O vaqueiro tá velho mas o boi buscou
A cancela caiu e o boi já passou
Tem onça na mata e o boi não voltou
O coro do boi atabaque virou
A vaca pariu o boi nem ligou

13. MANDINGA
Autor: Charm

Cadê a mandinga que eu te ensinei
Cadê a mandinga que eu te ensinei

Bahia de Mestre Bimba
É preciso ser Mandingueiro
Ir na Baixa do Sapateiro
O Cabra é mandinga ou mandingueiro

Quando eu nasci minha mãe me abençoou
Foi na igrehja e me crismou
E pois agora eu cresci
Na capoeira professor

O mundo é uma escola
Só não aprende quem não quer
Os negos escravos no Brasil
Viernam de Luanda e de Guiné

Nego velho sentado no seu terreiro
Relembrando do tempo do cativeiro
De baixo da ingazeira nego fuma seu caximbo
Pensando no jogo Capoeira

14. MÃE
Autor: Charm

Mãe, ô mãe,
Estou com saudades de você
Sei que não posso te ver
Berimbau me consolou

Quando eu ainda era garoto
Só você me protegeu
Eu deitava no seu colo
E nele me confortei

Berimbau me consolou
Como fez com Dona Alice
Quando Bimba foi embora
Ela ficou muito triste

Berimbau me consolou
Como areia entende a onda
Que arranha o temp todo
E nunca perde as esperanças

Berimbau me consolou
Como o Sol entende a lua
Um clareia o dia todo
E a outra noites escuras

Berimbau me consolou
Até me deu inspiração
Pra compor essa cantiga
Do fundo do coração

15. VOLTA DO MESTRE
Autor: Charm

Eu estou esperando Seu Bimba voltar
Eu estou esperando Seu Bimba voltar

Num belo domingo de sol
Relampiou sem chover
As nuvens se abriram
Pra Mestre Bimba descer

Berimbau estava tocando
Logo se emudeceu
Mestre Bimba estava na terra
Não sei como aconteceu

Pra alguns é um sonho, pra min é real
Rever o Seu Bimba, Rei dos Berimbaus
O criador já está entre nós
Pra saber o seguimento da regional

Depois de andar pela face da terra
Logo chegou lá no Humaitá
O som de um Gunga encantou o seu Bimba
Que abriu um sorriso e começou a cantar

Nosso Mestre agora deixa o mundo
Sentiu que sua luta é de resistência
Ela é seiva, ela é força
Ela é revivência

16. UNIÃO FAZ A FORÇA
Autor: Charm

Andorinha sozinha
Não faz verão
Se cochilar
Gavião põe a mão

A união sempre faz a força
Sozinho nínguem vai chegar
Andorinha que está afastada do bando
O gavião pode te pegar

Gavião pousou no terreiro
Até a raposa assustou
Toma cuidado Andorinha
Agora sua hora chegou

Andorinha deixa de orgulho
Vai logo e alcança o seu bando
Quero ver você feliz
E nos ares sempre voando

17. PÁSSARO MÍSTICO
Autores: Esquilo, Charm

Iúna tá me chamando
Iúna eu vou, eu vou
Morar na mata fechada
Iúna eu vou, eu vou

São aves que habitam os Pântanos
Flotestas que vão me encantando
Com certeza me lembram o Bimba
Que na roda era o bamba

A Iúna apesar de um bicho
É símbolo na capoeira
Quando vê grande perigo
Ela voa pro alto da paineira

A Iúna canta bonito
Quando faz sua construção
Ela pega graveto e o junco
Faz seu ninho lá no chão

A Iúna é um canto de um pássaro
É jogo da capoeira
É o toque de uma viola
É morte de um capoeira

A Iúna é um passáro místico
Difícil de capturar
Só mesmo um bom capoeira
Como Mestre Bimba pode te educar

18. PEDIDO DAS ESTRELINHAS
Autor: Charm

Até as estrelas do céu
Perdiram pro Gunga não parar
Porque morreu Mestre Bimba
Lá no Planalto Central

Mestre Bimba Homem decidido
Na Bahia não quis mais morar
Ele pegou a família
Em Goías ele veio ensinar

Seu destino já estava traçado
Ninguém podia mudar
Nem mesmo o Berimbau de Bimba
A ele podia avisar

Mestre Bimba chegou em Goías
Todo o Planalto abalou
Chegou o rei da capoeira
Lá de São Salvador

Mestre Bimba cumpriu sua missão
A trombeta do céu já tocou
Anunciando a chegada
Pois ele é merecedor

19. FESTA DE BATIZADO
Autor: Charm

No dia de festa
Dia de Batizado
Quem for da casa me ajuda
Quem não for é meu convidado

No dia de festa
Afina o berimbau
Aperta bem os pandeiros
No atabaque é corda de cizal

Berimba está me chamando
Está na hora de participar
Bate palmas, responda esse coro
Que a energia não pode faltar

Entrega de corda
Batizado ou então promoção
O nome agora não importa
O que vale é a boa intenção

Você que faz parte da casa
Por favor traga toda a família
Convida também os amigos
Pra festa ter muita harmonia

20. ABADÁ ME LEVA
Autor: Charm

Eu levo Abadá
A Abadá que leva eu
Pra qualquer parte do mundo
Abadá que leva eu

Eu nasci nesta arte
E dela nunca vou sair
Abadá-Capoeira
É destino que vou seguir

A água saiu da fonte
Percorrendo o mundo inteiro
Abadá-Capoeira
Nasceu no Rio de Janeiro

Um sonho de criança
Conseguiu realizar
Com muito fundamento
Foi fundada a Abadá

São 27 estados
E cinco continentes
Abadá-Capoeira
Está no mundo presente

Revista Praticando Capoeira nº36

La edición nº36 de la Revista "Praticando Capoeira" incluye el cd "Cantigas de Capoeira" del Mesrando Charm

Posted in Cds, Letras de Canciones and tagged , , , . Bookmark the permalink.

1 comment

  1. muy buena pagina =)

Post a Comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*

Puedes usar las siguientes etiquetas y atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>